Olimpíada de Sydney rende US$ 3 bilhões

Sexta-feira, 13 Julho de 2001


Sydney – A Olimpíada de Sydney no ano passado rendeu indiretamente um faturamento de US$ 3 bilhões ao estado australiano de Nova Gales do Sul, cuja a capital é Sydney. A informação foi divulgada pelo jornal Austrália Financial Review.

Quase US$ 600 milhões foram arrecadados com o surgimento de novos postos de comércio. Outros US$ 11,5 milhões vem da criação na cidade da filial Ásia-Pacífico. US$ 5 milhões da inauguração de uma fábrica da Volkswagen, em Sydney.

O governo local avalia que os negócios iniciados na Olimpíada poderão continuar sendo impulsionados no futuro. Sydney se prepara para receber outros congressos internacionais e empresas australianas estão sendo contratadas para trabalhar nas obras de infra-estrutura da Olimpíada de Atenas-2004.

E Sydney/2000 continua gerando lucro

Não é à toa que é sempre intensa a disputa das cidades para sediar Jogos Olímpicos. Por isso, quase um ano depois da Olimpíada de Sydney, a Austrália continua captando os benefícios econômicos gerados a partir da propaganda mundial que os Jogos disputados em setembro do ano passado geraram. De acordo com a Oficina de Estatísticas australiana, o país conseguiu superar pela primeira vez em sua história a cifra de cinco milhões de turistas nos últimos doze meses, um aumento de 9% em respeito ao período entre julho de 1999 e julho de 2000.

"A Indústria está muito contente com esse aumento, atribuído evidentemente aos Jogos Olímpicos", comentou Olivia Wirth, porta-voz da Oficina.

As visitas procedentes da China cresceram 43%. Pequim será sede dos Jogos em 2008.