Eventos no Brasil fazem área de marketing esportivo ganhar destaque

23/06/2009

MSN.com.br

Infomoney

Para atuar na área, profissional bem capacitado precisa entender de legislação esportiva e comunicação

Panamericano em 2007. Copa do Mundo em 2014. Possível Olimpíadas em 2016. Com tantos eventos esportivos que aconteceram, acontecerão e ainda podem ocorrer no Brasil, a área de marketing esportivo tem ganhado destaque dentro de organizações. De acordo com o gestor da Unidade do Rio de Janeiro da Trevisan Escola de Negócios, Ricardo Mathias, o marketing esportivo é um "braço" do marketing que tem ganhado destaque com a necessidade de aprimoramento da área dentro das organizações. "As grandes corporações patrocinam eventos esportivos e atletas, porque dá retorno de mídia, visibilidade para a marca e tem um cunho social", afirmou.

Os profissionais que atuam em marketing esportivo normalmente são aqueles que têm formação em marketing, mas também podem ser formados em administração e comunicação, por exemplo, já que essas pessoas podem trabalhar com o marketing de esportes dentro das empresas. Esses profissionais podem atuar ainda em confederações (como a brasileira de futebol, de vôlei, basquete etc.), ou nas companhias que apoiam atletas e eventos. Além disso, podem ser ex-atletas que querem continuar a atuar com esporte.

Oportunidade na Copa A área de atuação já estava aquecida, mas teve um "agito" fora do comum por conta da Copa do Mundo de 2014. Muitas empresas já estão procurando eventos e jogadores para patrocinar, com o objetivo de estreitar relacionamentos e, no momento da Copa, ganhar mais visibilidade. A concorrência para conseguir tudo isso vai ser grande e já é preciso escolher no mercado os profissionais mais preparados da área de marketing. "Esse é o momento de plantar, para colher lá na frente", afirmou a consultora de Carreira da Catho Consultoria em RH (recursos humanos), Mayra Fragiacomo.

Para atuar na área, o profissional bem capacitado precisa entender de legislação esportiva, comunicação etc. Para isso, existem cursos de especialização. O gestor da Trevisan, entidade que oferece um curso de MBA (Master Business Administration) de gestão e marketing esportivo em São Paulo desde 2001, afirmou que existem poucos cursos nesse sentido, mas que eles são uma grande oportunidade para quem atua na área se diferenciar e fazer networking.