Construtor de estádio ganha "agrado" em jogo da seleção



Folha de S.Paulo - 30/05/2006

A Thermoplan, empresa suíça de máquinas de café que topou gastar US$ 1 milhão para construir o estádio no qual a seleção brasileira treina em Weggis, ganhou um "agrado" na partida desta terça-feira entre Brasil e FC Lucerna.

O clube suíço, recém-promovido à primeira divisão do país, é patrocinado pela empresa e exibiu sua logomarca na camisa.

Os planos da companhia são ousados: expandir sua produção para o Brasil. É por isso que, também em Weggis, ela briga por exposição de sua marca. Conseguiu mais do que batizar o campo (chamado de Thermoplan Arena), mas também colocar placas do lado de fora do estádio.

A Attaro/Kentaro, empresa de marketing esportivo responsável pela organização de todas as atividades da seleção na Suíça, possui uma parceria com a Thermoplan. Juntas, elas investiram quase US$ 900 mil apenas na preparação da pequena Weggis para receber os astros brasileiros.

A empresa ainda vai pagar US$ 1,2 milhão à CBF pelos 14 dias de preparação em território suíço (o valor foi parcelado em quatro vezes).