Traffic escolhe a Vila Belmiro para implantar painel eletrônico

23 de Fevereiro de 2006
Andréa Cobra
Santos FC.com.br


A empresa de Marketing Esportivo Traffic inovou o mercado da divulgação de marcas durante os jogos de futebol televisionados na América do Sul. A empresa acaba de implantar no país o sistema de painéis eletrônicos nas placas de campo, que é uma tendência consolidada em jogos realizados em países europeus. A Vila Belmiro foi o local escolhido para a estréia, no jogo Santos FC X Sergipe, realizado pela Copa do Brasil, na noite da última quarta-feira (22). A empresa detém os direitos de explorar a publicidade nesse campeonato nacional.
O painel dinâmico despertava a atenção de curiosos antes mesmo de entrar em pleno funcionamento, ainda no período de testes. Além da exposição das propagandas no decorrer da partida, foram veiculados o nome da competição, dos times em campo e os três gols do Peixe sobre o Sergipe.

O gerente de Marketing da Traffic, Celso Matsuda, revelou que a empresa implantou uma iniciativa pioneira na América do Sul ao trazer o painel eletrônico para os campos brasileiros. "É uma maneira diferenciada de comunicação visual. A propaganda dinâmica é muito mais atrativa que a estática, além de ser interativa", explica. Matsuda ainda diz que a mensuração do retorno do investimento é feita pelo Instituto de Pesquisa Infomídia, ligado ao Ibope. "São realizados relatórios que analisam a audiência, nos quais são explicitados o número de televisores ligados durante o jogo, que são encaminhados aos anunciantes. Dessa forma, os investidores têm noção da visibilidade que alcançam ao anunciarem nos painéis eletrônicos".
Já o diretor Comercial e de Marketing da empresa, Dado Lancellotti, enfatiza a atualização do Brasil em relação às novas tendências nesse filão de mercado. "Esse recurso é empregado em campeonatos de futebol realizados em países europeus, como Inglaterra, Espanha e Itália. Os investidores que apostarem nesse novo modo de propagação de sua marca podem ter retorno, em média, cinco vezes maior do que o alcançado com propagandas estáticas".
Para o gerente de Negócios Internacionais da empresa, Guilherme Pinciroli, essa é uma grande realização desse segmento no Brasil. "É uma revolução para o futebol brasileiro, que se alinha às inovações tecnológicas desenvolvidas em países de ponta. Além disso, o Brasil tem um grande potencial de retorno para o anunciante, já que tem essa identificação forte com o esporte", diz.

O diretor de Novos Negócios da Traffic, Felipe Lobo Faro, acredita que essa inovação valoriza o torneio e o produto anunciado. "Visualmente o campo fica mais interessante para o telespectador, porque a propaganda pode ser trabalhada com mais criatividade. É mais flexível e interessante", completa.
O responsável pelo desenvolvimento da estética empregada nos painéis é o diretor de arte da Traffic, Pedro Hashimoto. "A empresa possui conhecimento aprofundado de comunicação visual, visto por meio da câmera. Então elaboramos um projeto voltado para quem vê a arena em casa, pela televisão. Desenvolvemos a propaganda de acordo com a identificação visual do cliente. O processo é feito a partir de um software de animação", conta.