Ronaldinho alavanca o Barça até fora de campo

 

08/12/2004 - 09h35 - UOL
Ronaldinho alavanca o Barça até fora de campo

Bruno Freitas
Em São Paulo


Ronaldinho Gaúcho comemora mais um gol: símbolo do novo time do Barcelona. Não foi apenas com dribles e gols que Ronaldinho Gaúcho devolveu o Barcelona à disputa por títulos e deu sequência à dinastia brasileira na Catalunha - Evaristo, Romário, Ronaldo e Rivaldo brilharam vestidos de azul-grená. Fora de campo, o candidato a melhor do mundo também ajudou a revigorar os cofres do clube.
Para os homens que comandam o Barça, um fator importante nesta nova fase do clube foi a contratação do meia-atacante brasileiro. Na avaliação do vice-presidente Ferran Soriano, não se trata de coincidência que o time catalão viu um crescimento de 40% em sua receita de marketing. "Foi uma explosão de venda de camisas dele."
O astro brasileiro é considerado um embaixador em potencial para levar a marca do Barcelona para partes diferentes do mundo, da Ásia à América Latina. Soriano sabe do valor de Ronaldinho fora de campo.
"É o maior do mundo. Não tem preço para o Barcelona. Não existe multa rescisória. Nós queremos que ele passe muito tempo conosco", diz o espanhol.
Laporta, presidente do Barça, adotou estratégia ousada para reerguer o clubeNo último ano o Barcelona apresentou uma significativa evolução de receita, na primeira temporada de gestão do presidente Joan Laporta, que contratou o meia-atacante brasileiro por insistência de Sandro Rossel, ex-diretor da Nike no Brasil e hoje homem-forte do futebol do Barça.
O atual mandatário do clube pegou a administração em déficit e conseguiu chegar ao azul. No primeiro ano de Gaspar, o Barcelona faturou entre receita de televisão, venda de ingressos e marketing 170 milhões de euros, o que representou um aumento de 37% em relação à temporada anterior. O desempenho levou os catalães do 13o.; ao 6o.; posto no ranking de clubes mais ricos do mundo.