Real Madrid já fatura com Beckham

02 de julho de 2003 - O Estado de São Paulo - Luís Augusto Monaco


Madri - Em seu primeiro dia no Real Madrid, o inglês David Beckham já rendeu 250 mil euros (US$ 290 mil) ao clube espanhol. Esse é o valor arrecadado com a venda de 3200 camisas do time com o nome do novo astro e o número 23, que ele usará na temporada, ao preço de 78 euros (US$ 90).

Beckham foi oficialmente apresentado como jogador do Real Madrid às 12h10 (7h10, horário de Brasília). Vinte minutos depois, a loja oficial do clube começou a vender as camisas com o número 23. O estoque inicial, de 3200 peças, se esgotou pouco antes das 16, o que dá uma média de quase mil camisas vendidas por hora.

O clube decidiu apenas no final da noite de terça-feira que o inglês usaria o número 23. Como ainda não vendeu nenhum jogador que pudesse abrir um número mais "nobre" para Beckham, como Morientes (usa a 9, que ficaria com Ronaldo e passaria a 11 ao inglês) ou McManaman (8), o Real tinha apenas dois números livres: o 23 e o 4, que pertencia a Hierro.

A escolha do 23 levou em conta que o 4 é considerado é um número de mau agouro em alguns países da Ásia. E como o clube espanhol tem grande interesse no mercado asiático e sabe que Beckham vende muito no continente, entregou-lhe a camisa 23.

Para dar conta de parte da imensa procura que previa para o dia da apresentação, o Real montou uma operação de emergência para fabricar camisas com o nome e o número durante a madrugada. Por isso havia "apenas" 3200 peças à disposição em sua loja, que sumiram das prateleiras em três horas e meia.

As pessoas que haviam comprado camisas nos últimos dias apenas com o nome de Beckham foram autorizadas pelo clube a voltar à loja e gravar de graça o número 23.

Nesta quinta-feira será despejado um nove lote na loja e começará a distribuição para outros pontos de venda. O clube espera vender camisas como água durante os 17 dias em que o time ficará na Ásia - a partir do dia 25 - fazendo sua pré-temporada. Nesse período, o Real visitará China, Japão, Hong Kong e Malásia.

Especialistas em marketing esportivo acreditam que o clube poderá arrecadar 140 milhões de euros (US$ 161,7 milhões) em três anos apenas com a venda de camisas do astro inglês. Para chegar a esse número, terá de vender 600 mil camisas 23 por temporada.

A compra de Beckham foi fechada por 25 milhões de euros (US$ 29 milhões) divididos em quatro anos. No primeiro ano, o Real pagará 7,5 milhões (US$ 8,6 milhões) ao Manchester United. Pela receita que Beckham gerará para o clube, se vê que não será difícil bancar a transação.

O astro inglês chegou ao Centro de Treinamentos do clube espanhol pontualmente às 12h, acompanhado de sua mulher, Victoria Adams, e a bordo de um Audi blindado. Depois de ser apresentado à imprensa - 446 foram credenciados para o evento, representando 116 veículos de 58 países -, ele foi para o campo, fez umas graças com a bola durante 10 minutos na frente de mil torcedores e foi embora. No final da tarde, voltou para a Inglaterra. Ele só retornará para Madri dia 24, quando o Real embarcará para a China.

"Jogar no Real Madrid era um sonho para mim. Tinha oferta de quatro clubes, mas só me interessava jogar aqui", declarou ao canal de tevê do clube - não houve entrevista coletiva. Ele prometeu se esforçar para aprender logo a falar espanhol.

Luís Augusto Monaco